Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Concelho da Povoação
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Indíce do artigo
Concelho da Povoação
Geografia
Pontos Turísticos
Todas as páginas

O descobrimento dos Açores envolve alguma controvérsia, pelo que nos vamos limitar à versão defendida pela maioria dos historiadores. Os mais recentes estudos apontam para a probabilidade do Arquipélago dos Açores ter sido descoberto por Diogo de Silves, a mando do Infante D. Henrique, em 1427.

Crê-se que a ilha de S. Miguel, à semelhança de outras ilhas, foi baptizada com nome de um Santo, fruto do espírito religioso vivido na época.
Os descobridores aportaram, pela primeira vez, na então chamada Povoação Velha – actual Concelho da Povoação. “Chegando aqui às ilhas os novos descobridores tomaram terra no lugar onde agora se chama a Povoação Velha pelo que fizeram depois […] e, desembarcando entre duas frescas ribeiras de claras, doces e frias águas, (a Ribeira de Além e a Ribeira de Pelames) entre rochas e terras altas, (Morro de Santa Bárbara e Lomba dos Pós) todas cobertas de espesso arvoredo de cedros, louros, ginjas e faias, e outras diversas”. Desde logo, o local impressionou os descobridores pois era abundante em vegetação, facto que indicava tratar-se de uma terra fértil. Procedeu-se então ao povoamento da Ilha, transportando para a mesma gado, sementes de trigo, legumes e algumas alfaias agrícolas.


O Concelho da Povoação, com área de 110.30 km2 aproximadamente, situa-se na zona oriental da costa sul da ilha, distando 60 Km da cidade de Ponta Delgada. É delimitado pelos Municípios de V. Franca (Poente), Ribeira Grande (Norte) e de Nordeste (Nascente). O Concelho é constituído por seis freguesias (Povoação, Furnas, Nossa Senhora dos Remédios, Ribeira Quente, Água Retorta e Faial da Terra) e tem cerca de 7000 habitantes.
Por todo o Concelho se usufrui de um conjunto magnífico de paisagens, parques, miradouros, praias (inclusive uma de água tépida). A Lagoa das Furnas é, por seu turno, outro recanto ao qual não ficará indiferente pela beleza e magia que o envolve.

Peremptoriamente, ao falarmos no Concelho da Povoação, não podemos deixar de realçar que no Vale das Furnas, de acordo com os especialistas na área, se encontra a nossa maior riqueza – os recursos hidrológicos, resultantes das manifestações de vulcanismo activo que se encontram patentes nas fumarolas e nos gaisers – manifestações únicas nos Açores. O Vale das Furnas detém 22 qualidades de águas minero-medicinais já classificadas, o que constitui em termos mundiais a maior hidrópole.


Os Povoacenses dispõem de um concelho cada vez mais desenvolvido e, consequentemente, atractivo. Este facto deve-se ao aproveitamento dos recursos naturais existentes por todo o concelho, mas também ao trabalho efectuado a diversos níveis, nomeadamente a nível cultural e turístico.
Deslocando-se ao nosso concelho, além das paisagens paradisíacas de que desfrutará, pode visitar a título de exemplo o Museu do Trigo, o núcleo Museológico da Ribeira Quente, o Parque Terra Nostra, ou ainda o Parque Zoológico da vila da Povoação. Se preferir caminhar e estar em permanente contacto com a Natureza, não deixe de percorrer os trilhos recuperados a pensar em si e, naturalmente, na sua segurança. Tratando-se de um concelho em íntima ligação com o mar, não podíamos deixar de lhe proporcionar e propor momentos inesquecíveis ligados à prática de desportos náuticos. Podendo ainda, em alternativa, aderir às actividades propostas por empresas ligadas ao turismo. Se, por outro lado, prefere estar constantemente ligado ao resto do mundo, frequente simplesmente os nossos centros de informática.

Aprecie impreterivelmente a nossa gastronomia e doces regionais comodamente instalado numa das unidades de restauração de que dispomos. Se resolver permanecer no concelho, saiba que temos à sua disposição hotéis, residenciais, turismo de habitação, e / ou apartamentos.